Dois na Bossa (8-9-12/04/1965)



Fachada do Teatro no dia do Show

Elis era com dois ll, Jair era com y, o cartaz anunciava, 8, 9 e 10 de abril. Como Elis tinha que receber o Roquette Pinto, no dia 10, no Teatro Record, transferimos o último dia do show para o dia 12, uma segunda feira, dia forte no Teatro Paramount. Casa totalmente lotada, nos três dias. O show não tinha nome, era apenas Elis, Jair e Jongo Trio, o disco gravado durante esse show, é que passou a chamar-se 2 na Bossa, alias, o primeiro, na história do disco no Brasil, a alcançar a marca de um milhão de cópias vendidas.


Elis Regina


Jair Rodrigues


Jongo Trio (Toninho Pinheiro, bateria - Cido, piano - Sabá, contra-baixo)

Fotos Nagib Allit