Mens Sana in Corpore Samba (16/11/1964)

A rigor esse foi verdadeiramente o primeiro show com minha marca de produção, se O Remédio é Bossa primou por ter apenas artistas consagrados, o Mens Sana in Corpore Samba, pela primeira vez, dividiu-se em duas partes para, na primeira, priorisar os novos talentos da música brasileira. Por isso, pode-se ver, pelo cartaz, os nomes de Chico Buarque, Taiguara, Toquinho, Ivete, Bossa Jazz Trio, Maria Lúcia, Tuca, Solano Ribeiro, que cantava no conjunto The Avalons, Roberta Faro, Sérgio Augusto, e Os Poligonais. Ficando para a segunda parte, o show da boate Zum-Zum, do Rio de Janeiro, com Silvia Telles, o conjunto de Roberto Menescal, com Oscar Castro Neves. Êxito total. Nessa noite, Chico Buarque foi o mais aplaudido, cantando, entre outras coisas, Pedro Pedreiro. Estava lançado o grande ídolo da música brasileira.


Taiguara

Maria Lúcia