Elis Regina e Walter Silva
Não poderia ser outra minha companheira de capa dessa Home Page. Elis Regina, minha afilhada, minha madrinha, minha comadre, teria que ser a escolhida, ninguém melhor que ela. Se um dia eu a chamei de cantora, do que é que eu vou chamar as outras? Nessa noite da foto, Elis terminava um dos seus espetáculos no Teatro Bandeirantes, "Falso Brilhante". Essa foi uma das 32 vezes que eu o assisti. Depois veio o trem azul e ela agora é uma estrela. Não temos mais tempo de sorrir; tempo e vontade.