Rodger e Tetty, do Pessoal do Ceará

Depois de participar do LP Pessoal do Ceará, da Continental, Rodger e Tetty foram para a RCA, juntamente com Ednardo, que prefiriu iniciar sua carreira solo, gravando seu primeiro LP Pavão Mysteriozo. Rodger e Tetty, que eram casados, prefiriram fazer seu primeiro disco juntos, iniciando também suas carreiras como dupla. Neste primeiro disco, eles gravaram Bye-Bye-Baião, de Rodger e Dedé, uma curisosa sátira à chegada da Apolo a lua, com um verso muito marcante: Não há mais gente ó não\Tá tudo em frente da televisão. Gravado em 1975, esse disco tem uma obra prima, a composição Rodoviária, de Rodger e Brandão, com um arranjo impressionante de Hareton Salvanini. Há também Chão Sagrado, de Rodger e Belchior, e uma homenagem ao veterano compositor cearense, Luis Assunção que, com Evenor Pontes, compôs Siá Mariquinha, um dos clássicos populares da música cearense. É um disco cult nos dias de hoje.